Confusão na CCJ mostra falta de articulação, dizem líderes

Audiência com o ministro da Economia Paulo Guedes para discussão sobre a reforma da Previdência foi marcada por briga e xingamentos

0

BRASÍLIA – A briga e os xingamentos que marcaram o fim da audiência com o ministro Paulo Guedes na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara “só expõem a necessidade de estratégia e articulação por parte do governo”, afirmou ao Broadcasto líder do DEM na Câmara, Elmar Nascimento (BA).

Para ele, a oposição conseguiu antecipar o debate de mérito, que costuma ocorrer só na comissão especial, para a CCJ, que discute apenas a admissibilidade da matéria. “O ministro deveria ter sido preservado para a comissão de mérito”, avaliou. Apesar disso, Nascimento acredita que “não muda nada na tramitação”.

O líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), disse que a reação de Guedes aos ataques do deputado Zeca Dirceu (PT-PR) foi “compreensível”. “Ele foi pessoalmente atacado por um deputado petista que, valendo-se de termos chulos e inadmissíveis, ofendeu sua honra”, justificou.

Outros parlamentares favoráveis à reforma avaliam que o resultado desastroso da audiência mostrou que o presidente Jair Bolsonaro “abandonou” Guedes, que está caindo no colo da oposição em meio à falta de articulação política e de unidade na bancada governista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here