Família de Elana deve acionar Justiça após post de homem: “Matá-la como fizeram em Suzano”

0

Uma brincadeira de mau gosto feita em um grupo de Facebook alertou a família de Elana. O integrante disse que gostaria de matar a piauiense e Danrley como os assassinos de oito pessoas em uma escola de Suzano-SP. Os fãs da engenheira tiraram prints da publicação e enviaram para a conta oficial de Elana no Instagram. Ainda que “uma brincadeira”, os internautas defendem que o comentário é apologia à violência.

“Dá vontade de fazer igual o Guilherme na escola, pegar um explosivo e revólver e atirar no Dan e na Elana (risos)”, publicou Alves.

Pela ferramenta stories, o representante da família lamentou as “piadas” sobre o crime e destacou o ódio gratuito contra a piauiense. Segundo ele, a família recebe postagens ofensivas diariamente e vai processar os envolvidos.

“Infelizmente são pessoas como esta que temos que lidar diariamente. Pessoas que enaltecem crimes bárbaros e despejam seu ódio gratuito contra os outros. O homem já foi identificado e tomaremos as medidas judiciais”, informou a família no Instagram.

O comentário foi feito no grupo BBB (Ofícial), que tem a participação de 230 mil pessoas. Lá, são abertos inúmeros fóruns, onde os telespectadores comentam sobre o jogo. Não é raro vê postagens ofensivas e, sobretudo, racistas contra Rodrigo, Gabriela e Rízia. A dupla Elana e Danrley também é frequentemente atacada por integrantes do grupo. No caso de Alves, ele disse que estava apenas “fazendo uma piada”.

O grupo é privado e tem uma política de proibição. Há um conjunto de administradores que fazem a moderação das postagens. Após muita gente reclamar, o post contra Elana e Danrley foi deletado.

Eles avisam, porém, que não se responsabilizam pelas postagens. Na política, o grupo reitera que comentários ofensivos e preconceituosos, por exemplo, podem ser punidos criminalmente, pela lei “Carolina Dieckmann”, n° 12.737. Os donos das publicações assumem inteira responsabilidade sobre o que falam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here