Assaltantes fazem reféns e explodem Caixa Econômica de Altos

De acordo com populares, os bandidos fizeram um escudo humano com reféns.

0
40

Por volta das 3h10 da manhã desta quinta-feira (16) cerca de dez homens armados explodiram os caixas eletrônicos da agência da Caixa Econômica Federal na cidade de Altos, a 41 quilômetros de Teresina.Os bandidos fizeram um escudo humano com 8 reféns. O vídeo de uma câmera de segurança mostra os reféns fazendo um “cordão” para impedir a ação da polícia.

Ainda segundo populares, os bandidos estavam em uma caminhonete L200 Triton e um veículo HB20 e passaram cerca de 30 minutos dentro da agência. A Polícia Militar (PM) confirmou o assalto, mas ainda não deu informações sobre a ação dos bandidos.

O sub-comandante da PM, Tenente Flávio, afirmou que segue em diligências na busca dos assaltantes. Até o momento o valor levado pela quadrilha não foi informado.

De acordo com informações do Coronel Márcio Oliveira, Comandante de Operações da PM, o Copom de Teresina recebeu informações do sistema da Caixa Econômica de que na unidade de Altos havia indivíduos dentro da agência.

Ao chegar na esquina da agência a polícia foi avistada pelos bandidos, que dispararam pelo menos trinta vezes contra as forças policiais. Oito reféns foram feitos de “escudo humano” e mesmo “bem armados” os policiais não puderam intervir.

“Eles [policiais] foram avistados pelos marginais que estavam lá com reféns formando um escudo humano e efetuaram cerca de trinta disparos contra as equipes da PM. Então já acionaram Teresina e nós mandamos o BOPE, a RONE, a Força Tática do 5º BPM, a Força Tática do 8º BPM, nós fomos para lá também e começamos a diligenciar”, afirmou o coronel.

Ainda de acordo com o comandante os bandidos seguiram rumo a Alto Longá, que segundo ele “tem diversas estradas vicinais”, mas a polícia segue em diligência na busca dos bandidos. O Coronel Márcio Oliveira falou ainda que a Polícia Federal (PF) foi acionada pela instituição bancária.

“A Polícia Federal foi acionada, foi preservado o local do crime, ninguém mais adentrou o banco. Mantive contato com a gerência e o pessoal da inteligência da Caixa Econômica foi até o local para repassar as imagens para a polícia”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here