Com direito a gol olímpico de Sornoza, Fluminense bate Defensor-URU e abre vantagem na Sul-Americana

0
19
cxradio.com.br

O resultado fez justiça ao desempenho das duas equipes. O Fluminense procurou o gol desde o início da partida e acabou vendo o esforço premiado, enquanto a equipe uruguaia passou a maior parte do jogo tentando paralisar a partida, com faltas e simulações de contusões.

E acabou castigada ao sofrer gols quando não tinha mais tempo para reagir.

O jogo

O Fluminense começou a partida marcando a saída de bola e dificultando a troca de passes do time uruguaio. Logo no primeiro minuto, Marcos Junior desarmou um adversário e criou grande confusão na área do Defensor, que teve muita dificuldade para aliviar o perigo.

Aos cinco minutos, o lateral-direito Léo cruzou na área, Pedro se esticou, mas não conseguiu alcançar a bola. Logo depois foi a vez do zagueiro Gum, em cobrança de escanteio, cabecear com perigo para o gol de Reyes.

O Fluminense controlava totalmente a partida e mantinha a pressão sobre a defesa uruguaia. O Defensor apenas procurava bloquear os avanços da equipe brasileira e nem se arriscava a tentar jogadas de ataque.

O dominio da equipe tricolor era total. Aos 19 minutos, o lateral Ayrton Lucas cruzou e Sornoza cabeceou com muito perigo. A bola tirou tinta do poste. Um minuto depois, Ayrton Lucas novamente se livrou da marcação e cruzou para Sornoza. O equatoriano chutou e o goleiro Reyes defendeu parcialmente. A bola bateu em Cardacio e quase entrou, mas a defesa uruguaia conseguiu mandar a bola para escanteio.

Aos 28 minutos, o lateral esquerdo Cougo se lesionou e foi obrigado a deixar o campo para a entrada de Rivero. Logo depois foi a vez de Marcos Junior desperdiçar uma boa chance. Ele foi lançado na corrida, mas adiantou a bola e permitiu que o goleiro Reyes controlasse a situação.

Apesar de ficar com a bola nos pés, o Fluminense encontrava muita dificuldade para furar a retranca pelo Defensor. A defesa uruguaia congestionava a entrada da área e não permitia que o Tricolor das Laranjeiras criasse condições para finalizar.

O Fluminense voltou sem alterações para o segundo tempo e continuou marterlando, em busca do primeiro gol. Aos quatro minutos, após cobrança de escanteio, o zagueiro Digão subiu mais que todo mundo e cabeceou por cima do travessão.

Aos nove, o goleiro Reyes saiu bem do gol para socar a bola para longe, após cruzamento de Léo, pela direita. Logo depois, Marcos Junior ganhou a jogada pela esquerda e tentou lançar Pedro na área, mas a zaga afastou.

O Defensor se preocupava apenas com a defesa e deixava apenas o atacante Waterman isolado na frente, sem qualquer chance de ganhar as disputas de bola.

Para tornar o time mais ofensivo, o técnico Marcelo Oliveira trocou o lateral-direito Léo pelo atacante Everaldo. O volante Jadson foi deslocado para ocupar a lateral. Aos 14 minutos, Matheus Alessandro deu uma pedalada pela esquerda e cruzou rasteiro para a pequena área, mas o goleiro Reyes ficou com a bola.

O Defensor fazia tudo para gastar o tempo e irritava os jogadores do time carioca. Matheus Alessandro voltou a aparecer bem aos 20 minutos. Ele se livrou de dois marcadores e bateu cruzado, mas a bola saiu fraca e facilitou a defesa de Reyes. Um minuto depois, o Fluminense perdeu a sua melhor chance. Marcos Junior investiu pela direita e cruzou para Pedro, que entrava na pequena área. O artilheiro pegou mal na bola e mandou para fora, frustrando a torcida.

O Fluminense teve mais uma chance para marcar após ótima jogada de Digão na área, a bola acabou nos pés de Marcos Junior que chutou, mas o goleiro Reyes fez defesa parcial e a zaga aliviou para escanteio.

O jogo seguia muito truncado. O Defensor ganhava todo o tempo que podia e ia enervando o time do Fluminense, que não tinha tranquilidade para superar a retranca uruguaia.

Aos 40 minutos, Sornoza bateu falta na entrada da área e a bola passou perto do travessão. Logo depois, Ayrton Lucas chutou e o goleiro Reyes desviou para escanteio. Na cobrança, o Fluminense marcou o primeiro gol aos 41 minutos. O zagueiro subiu mais do que a zaga uruguaia para cabecear sem defesa para o goleiro do Defensor.

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE 2 X 0 DEFENSOR-URU

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 2 de agosto de 2018 (Quinta-feira)
Horário: 21h45(de Brasília)
Público: 14.195 pagantes
Árbitro: Germán Delfino (Argentina)
Assistentes: Diego Bonfá (Argentina) e Cristian Navarro (Argentina)
Cartão Amarelo: Mathias Suárez, Carrera, Rivero, Cardacio(Def); Digão, Sornoza(Flu)
Gols: FLUMINENSE: Digão, aos 41 e Sornoza , aos 48 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Júlio César, Léo(Everaldo), Gum, Digão e Ayrton Lucas; Airton(Richard), Jadson e Sornoza; Marcos Junior, Matheus Alessandro(Pablo Dyego) e Pedro. Técnico: Marcelo Oliveira

DEFENSOR: Reyes, Maulella, Nicolás Correa e Carrera; Mathías Suárez, Rabuña, Cardacio. Goñi e Cougo(Rivero); Pablo López( Bruno Correa) e Waterman(Navarro) Técnico: Eduardo Acevedo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here