POLÍTICA- “Não é com chantagem que se conquista espaço na política”, diz Margarete

0
228

Vice-governadora classificou a fala do deputado João Madison como intempestiva e não acredita que o PMDB tome este tipo de postura.

A vice-governadora Margarete Coelho (PP) reagiu às declarações do deputado estadual João Madison, de que o PMDB pode votar em Wilson Martins (PSB) para o Senado caso Ciro Nogueira (PP) continue lutando para que o PP mantenha o espaço de vice na chapa de Wellington Dias (PT), nas eleições do ano que vem. Para Margarete Coelho, não é com chantagem que se conquista espaços na política.

“Eu acho que espaço político é conquistado com trabalho, com dignidade, alianças se faz com convergência, não é com base em chantagem ou ameaças”, argumenta a atual vice-governadora, acrescentando que a fala do deputado João Madison é intempestiva e não acredita que o PMDB tome este tipo de postura.

Margarete Coelho acrescentou ainda que os partidos devem reconhecer Ciro, ano que vem, em consequência das realizações que o senador tem feito pelo Piauí. “Eu vi o prefeito Firmino Filho airmando que 80% das obras que vem sendo realizadas em Teresina tem a mão do senador Ciro Nogueira. Ele tem serviço prestado. Eu viajo e sei que os municípios estão recebendo obras através da articulação dele, que é o prin cipal articulador do Piauí com o governo federal. É por isso que devem votar nele, pelo seu trabalho”, pontuou Margarete Coelho, ressaltando a inluência de Ciro na aquisição de ambulâncias para prefeituras, obras de infraestrutura, mobilidade, entre outras áreas.

Ainda comentando sobre o espaço de vice na chapa majoritária governista ano que vem, Margarete airma que o PP tem como prioridade um projeto para o estado que prevê a reeleição de Wellington Dias (PT) em 2018 e por isso, a sigla não vai causar problemas que prejudiquem as articulações do governador.

O Dia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here