Procurador solicita investigação de R$100 mil apreendidos na BR-343

Ele solicitou a justiça eleitoral mandados de busca e apreensão.

0
251
cxradio.com.br

O Procurador Regional Eleitoral, Patrício Noé da Fonseca, informou que solicitou à Justiça Eleitoral mandados de busca e apreensão para Polícia Federal visando investigar o dinheiro que será distribuído nas eleições gerais desse ano. Ele afirmou que a busca e apreensão é em consequência da apreensão de R$ 100 mil na rodovia BR-343 em Teresina pela polícia rodoviária Federal (PRF) no fim da tarde desta sexta-feira (05) para um candidato nas eleições em Parnaíba. Segundo ele, o nome do candidato e nem sua coligação podem ser divulgados, por conta do caso ainda estar em processo de investigação.

O candidato já estava sendo investigado por compra de votos em uma apuração aberta pela Procuradoria Regional Eleitoral e pela Polícia Federal. “O caso de Paraíba não é único. Na verdade, foi o primeiro caso de apreensão de dinheiro na barreira montada para impedir a compra de votos e abuso do poder econômico nas eleições”, declarou o Procurador. Ele disse ainda que foi montado um esquema de fiscalização nos aeroportos, estradas e nos portos.

Investigação

O Procurador Regional Eleitoral, Patrício Noé da Fonseca, disse que está sendo apurado que o dinheiro apreendido pela Polícia Rodoviária Federal era pra compra de votos ou para uso de caixa 2, ambas ilícitas. Ele informou que a investigação da apreensão do dinheiro é para o desmantelamento de todo o esquema de compra de votos que existe no estado. “O uso de dinheiro nas eleições sempre existiu, a novidade agora é que estamos fazendo um bloqueio nas estradas, nos aeroportos e por navios. Até a capitania dos portos no litoral do Piauí foi acionada. Vamos apreender o dinheiro que está circulando nas eleições”, falou Patrício Noé. Segundo ele, os candidatos que estão prestes a receber dinheiro nas eleições também estão sendo investigados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here