Quadrilha volta atacar carro-forte na BR-316 e vigilante fica preso às ferragens

0
530
cxradio.com.br

Nova tentativa de assalto a carro-forte ocorreu no início da noite desta quinta-feira (22) entre os municípios de Timon e Caxias, no Maranhão.

É a terceira investida de criminosos contra veículos de transporte de valores nas últimas 48 horas em rodovias do Piauí e Maranhão.

Segundo a capitã Tyciane Ibiapina, do 11º Batalhão da Polícia Militar, criminosos em três veículos atiraram contra um carro-forte na BR- 316, próximo ao Portal da Amazônia. Desta vez, eles não explodiram o veículo.

“Eles atiraram contra o carro e o motorista não parou. Um dos tiros atiraram o pneu do carro-forte e ele tombou na estrada. Eles não conseguiram levar nada”, garantiu a capitã que é relações pública do 11º Batalhão.

O crime ocorreu a 20km de Timon e guarnições da cidade buscam pistas dos criminosos.

A tentativa de assalto ocorreu por volta das 18h30.

O delegado Regional de Timon, Humaitã Oliveira, informou que o veículo seguia de Codó para Teresina e durante os tiros o motorista foi desviar dos criminosos e caiu numa ribanceira.

Os assaltantes estavam em uma SW4 cor branca e tiveram o apoio de dois veículos mercedes sedan.

No capotamento, o motorista do carro-forte ficou preso às ferragens e foi socorrido pela ambulância do Samu. Participaram do socorro, o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Civil do Maranhão, e o Greco, do Piauí. O vigilante Gilvani da Cruz estava com escoriações pelo corpo e havia suspeito de que teria fraturado uma das pernas. Ele foi levado para o HUT (Hospital de Urgência de Teresina) e estava consciente.

A Polícia encontrou capsula de armamento pesado como AK47 e ponto 50. Há suspeita de que o bando é o mesmo que atuou no ataque aos veículos nas BRs 316 e 343.

Na última terça-feira (20), ações simultâneas de ataques a carro-forte quase resultam em tragédia. Quatro vigilantes foram feridos e houve a explosão de um veículo. Uma das investidas dos bandidos foram próximo a cidade de Água Branca, a 98 km de Teresina. A outra foi entre Altos e Campo Maior. Segundo a polícia, o bando levou mais de R$ 1,2 milhão.

BR fica totalmente interditada

O trecho da rodovia ficou interditado durante o resgate do vigilante. A BR só foi liberada após a chegada de outro veiculo da Prosegur que retirou o dinheiro do carro-forte. O vigilante ficou por cerca de 2h debaixo do veículo. Ao ser resgatado, ele foi aplaudido por todos os presentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here