Sindicalista morre afogado após carro cair em lagoa na BR-135

0
425

José Afonso de Aquino, dirigente do Sindicato dos Urbanitários, voltava de Corrente onde havia participado de assembleia, quando perdeu o controle do carro e caiu em uma ribanceira.

 

A BR-135, conhecida popularmente como “Rodovia da Morte” fez mais uma vítima fatal em acidente nesta terça-feira (10). Trata-se de José Afonso de Aquino, dirigente do Sindicato dos Urbanitários do Piauí. Ele dirigia seu veículo durante uma chuva forte, quando perdeu o controle da direção em um ponto considerado crítico próximo a Cristino Castro, e o carro acabou deslizando na pista e caindo em uma ribanceira.

O veículo parou dentro de um lago e submergiu. Sem conseguir se soltar do cinto, José Afonso veio a óbito por afogamento. Já o advogado do sindicato, que acompanhava o dirigente no banco do passageiro, conseguiu sair de dentro do carro e se salvar. Identificado apenas como Lauriano, ele foi socorrido por populares e encaminhado para o Hospital Regional de Bom Jesus.

José Afonso tinha participado de uma assembleia dos Urbanitários em Corrente e resolveu estender o percurso até Avelino Lopes, atrasando o tempo de saída para a volta a Teresina. Seu corpo também foi encaminhado para o necrotério do Hospital de Bom Jesus e deverá chegar à Capital durante a tarde. O sepultamento deve ocorrer somente amanhã.

“É uma tragédia horrível, nós ficamos consternados com o ocorrido e só temos a lamentar a perda de um homem brilhante e de um colega atuante, que fazia tudo com garra e determinação”, foi o que declarou o presidente do Sindicato dos Urbanitários, Francisco Ferreira, que também era amigo de José Afonso.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here